sábado, 13 de junho de 2009

Je m'appelle Stella

Ontem fui ao cinema assistir ao "Stella". Ótimo.

E hoje fui assistir ao "Minhas Adoráveis Ex-namoradas". Chato.

Ai, acho que virei uma cult mesmo. Agora só falta a calça xadrez, o All Star e os óculos de massinha.

Não tenho mais jeito na vida, é o fim.

Pois então vou falar de "Stella", que eu gostei. É a história de uma menina francesa pobre, filha de pais doidões, donos de um bar, que consegue estudar em uma escola de ricos em Paris.

Ela mora em um ambiente totalmente adulto, pobre, boêmio, prostituído, alcoólico. E estuda em uma escola totalmente hostil, rica, cocô, difícil, desafiadora.

Então ela arruma uma amiga muito gente boa. Destas amigas de verdade.

O filme é falado em francês, ainda bem, e é muito gostoso entender pedaços de frases. Queria aprender mais. Queria saber falar grego também. Quero muito precisar de um dia poder falar grego.

Voltando ao filme, é tão bonito, mas tão bonito, também tão triste, mas tão triste, e com tanta esperança, mas tanta esperança, que gostei.

Um comentário:

moine le vent disse...

nossa, é tipo tão bonito e tão triste quanto usar a linda fita de cetim rosa do cabelo pra se enforcar? Eu queria falar russo.Eu queria precisar falar russo. Da!